Fazer mais com menos
22 julho de 2014 | 16:55
Colocado por: BRibeiro1972

A austeridade parece ter chegado finalmente à Luz. E a racionalidade também. Era óbvio que Luís Filipe Vieira não poderia continuar a gastar milhões atrás de milhões com um passivo como o que atormenta o Benfica. A época passada foi feita uma aposta com resultados desportivos visíveis mas economicamente arriscadíssima e o clube está agora obrigado a encaixes financeiros avultados para acalmar a tão tumultuosa banca nacional. Nos cinco anos da era Jesus foi investido mais dinheiro no futebol do que em quase toda a história do clube. Regressaram os títulos, sim, mas com custos elevados. Agora é tempo de mudar o paradigma.

Jorge Jesus mostrou ser capaz de montar equipas competitivas com muito dinheiro. Vieira ofereceu-lhe jogadores de qualidade reconhecida como Saviola, Aimar, Ramires, Javi García, Garay, Gaitán e Enzo Pérez, entre tantos outros, mas todos eles custaram muitos milhões. Agora a disponibilidade de tesouraria é menor e só complicados negócios com fundos permitem a chegada a Portugal de talentos como Talisca. O treinador vai ter menos jogadores feitos e mais projetos para limar. Será mais difícil, é um facto, mas não é isso que fazem mais de 90 por cento dos portugueses desde que Passos Coelho e Portas descobriram que a melhor maneira de resolver os problemas do País é tirar a quem trabalha?

Também por isso Jesus devia ter mais cautela com o que diz. É verdade que ainda não lhe chegou nenhum jogador de qualidade reconhecida mundialmente. Mas não foi esse o desafio que enfrentou Leonardo Jardim a época passada no Sporting, dando tão boa conta do recado? E não é o plantel do Benfica mais talentoso, valioso e dispendioso do que o atualmente às ordens de Marco Silva?

Quando tiver todos os internacionais, Jesus comandará ainda um grupo fortíssimo. Quem sabe não tanto como na época passada, mas ainda assim provavelmente o melhor plantel nacional. Afinal, ainda há Luisão, Fejsa, Amorim, Maxi, Gaitán, Salvio, Lima, Cardozo e mesmo Enzo ainda mora ali. E de alguns dos novos espera-se muito. César, Talisca, Derley e até Benito parecem ter pernas para andar. No fundo, ao treinador pedem-se novas provas da tão anunciada genialidade. Ganhou dois títulos em cinco anos de vacas gordas. Não foi nada mau, mas também podia ou devia ter sido melhor. Se a Vieira se exige cabeça e racionalidade para levar as contas do Benfica a números mais razoáveis, de JJ aguardam-se novas conquistas. O que tem pode não dar para ganhar a Champions, é verdade, mas cá dentro tem de chegar.

Notas do dia publicadas em 22-07-2014 na versão impressa de Record

 
1 comentário(s) link do post
 

Aí está o novo Sporting!
01 julho de 2014 | 19:36
Colocado por: BRibeiro1972
O Sporting regressa hoje ao trabalho com a realização de uma gala onde estarão presentes os reforços já contratados e serão apresentados os equipamentos para 2014...
 
Tags: , , 4 comentário(s) link do post
 

Como levantar a cabeça?
17 junho de 2014 | 17:31
Colocado por: BRibeiro1972
É o cliché mais ouvido após as derrotas e que Rui Patrício celebrizou no “annus horribilis” do Sporting, em que invariavelmente aparecia na “flash interview”...
 
Tags: , , 8 comentário(s) link do post
 

Não há pingo de vergonha
13 junho de 2014 | 16:00
Colocado por: BRibeiro1972
Se o processo que levou à filtragem de candidatos à presidência da Liga de Clubes não foi bonito, escasseiam as palavras para adjetivar tudo o que se passou depois, com a eliminação...
 
Tags: , , , , 7 comentário(s) link do post
 

Portugal e a realidade
12 junho de 2014 | 16:03
Colocado por: BRibeiro1972
A tese visionária de que Portugal se deve assumir como candidato a campeão do Mundo está em alta nos últimos dias. Das páginas de jornais aos programas de televisão...
 
Tags: , , 5 comentário(s) link do post
 

O nosso futebol não é só isto
07 junho de 2014 | 18:27
Colocado por: BRibeiro1972
É espantoso como Portugal consegue ter uma Seleção no 4.º lugar do ranking com um campo de recrutamento de jogadores tão reduzido. Como é fantástico que tantas...
 
Tags: , , , , 2 comentário(s) link do post
 

A música de um mítico
29 maio de 2014 | 16:52
 
Homens que se assumem
26 maio de 2014 | 12:54
 
Tudo sobre o Mundial com o Record
22 maio de 2014 | 19:04
 
Um guilty pleasure...
21 maio de 2014 | 21:25
 
Sporting: Não vão ser dias fáceis
17 maio de 2014 | 01:40
 
Músicas que fazem bem à alma-6
14 maio de 2014 | 21:31
 
Um novo leão em 2014/15
14 maio de 2014 | 16:41
 
Músicas que fazem bem à alma-5
09 maio de 2014 | 18:54
 
A caminho do Brasil com o Record
08 maio de 2014 | 16:56
 
Músicas que fazem bem à alma-4
03 maio de 2014 | 21:18
 
Músicas que fazem bem à alma-3
02 maio de 2014 | 15:43
 
A UEFA e os papões na teoria da conspiração
01 maio de 2014 | 19:34
 
A lei de Cristiano Ronaldo
30 abril de 2014 | 16:33
 
Músicas que fazem bem à alma-2
30 abril de 2014 | 01:13
 
Músicas que fazem bem à alma
29 abril de 2014 | 00:31
 

PUBLICIDADE

SIGA-ME EM...

Pesquisa

Sobre este Blog

Um espaço para reflexões, crónicas, desabafos, recados, trocadilhos, piropos e tudo que me der na real gana. Onde se vai falar de desporto, música, cinema ou apenas da vida. Real.

Autor

» Lado B
por Bernardo Ribeiro

Bernardo Ribeiro, formado em jornalismo pelo CENJOR e com frequência do curso de Comunicação Social da Universidade Católica, entrou como estagiário para o Record em 1992, com 20 anos, ficando um pouco mais de dois, nas secções de Internacional, Futebol e Modalidades. Antes colaborou com o semanário "Sete", com textos na área musical e estagiou nas rádios Antena1 e Minuto. Em 1994 integrou a secção Sporting do diário "O Jogo", onde permaneceu mais dois anos até regressar ao Record, também para fazer parte da editoria Sporting. O lançamento do diário "24 Horas", em 1998, e a hipótese de fazer parte de uma equipa que arrancava com um jornal do zero levaram-no à primeira redação do jornal fundado por José Rocha Vieira. Foi editor de Desporto e mais tarde subchefe de redação até à saída para "A Bola", em 2001, jornal em que desempenhou funções de editor durante dois anos. Um novo convite, em 2003, fê-lo voltar ao Record pela terceira vez.

Arquivo

Outros Blogs Record

» Blog do Magalhães
por António Magalhães

» Campo Novo
por Nuno Farinha

» Olhos de ver
por Luís Avelãs

» Quinta do Careca
por Alexandre Pais

» Mercado Aberto
por João Rui Rodrigues

» Futebol e Algo Mais
por Luís Pedro Sousa

» Semanada
por António Varela

» Honores Liga
por Miguel Amaro

» Mafarrusco
por Paulo Renato Soares

» Entrada a pés juntos
por João Seixas

» Bola na Área
por Eugénio Queirós

» Cláudia Futsal
por Cláudia Marques

» Paixão Internacional
por Hugo Neves

 
SSO LOGIN