Post Memória - Lamptey
14 Janeiro de 2010 | 23:55
Colocado por: Antonio Magalhaes
 

Hoje joga o Gana na CAN. O ano passado, os sub-20 deste país africano sagraram-se campeões do mundo da categoria. Há uns anos largos, os sub-17 do Gana brilharam no Mundial da Escócia, em 1989, precisamente aquele em que Paulo Santos baixou os calções diante do público. Naquela seleção ganesa exibia-se um talento fantástico: Lamptey. Desde os 8 anos que era pretendido mas depois daquela competição assinou um contrato por 5 épocas com o Anderlecht. Voltou a brilhar num Mundial, dois anos mais tarde, sendo eleito o melhor jogador do torneio, à frente de Veron e Del Piero. Depois, entrou numa espiral depressiva com lesões e doenças a marcar uma carreira errática. No ano em que Romário foi para o Barcelona, o PSV conseguiu o empréstimo de Lamptey. Em 1994, seguiu para o Aston Villa e Coventry. Depois, Veneza e... Boca Juniors, por empréstimo ainda do Anderlecht, segundo o próprio pensava. Mas era o quinto estrangeiro e só podiam ser quatro inscritos. Por isso foi para o Union Santa Fé. Aí nasceu o seu terceiro filho. Deu-lhe o nome de Diego, em homenagem a Maradona. Morreu com 4 meses.

Destroçado, Lamptey voltou ao Gana com a mulher e as duas filhas. Regressou de imediato à Europa e foi jogar no Ankaraguçu, da Turquia. Estava, porém, fora de forma e veio então parar... ao União de Leiria! Por pouco tempo. Seguiu para o Greuther Furth da Alemanha. Aí fez mais jogos (36) do que em qualquer outro clube. Foi então para a China e Dubai, voltou ao Gana e acabou na África do Sul. O ano passado, voltou ao futebol como adjunto no Eleven Wise Men of Sekondi. Tem apenas 36 anos.

 

 
Tags: , , ,
 

Os comentários estão reservados para Utilizadores Registados.




PUBLICIDADE

Pesquisa

Sobre este Blog

Uma viagem pelo mundo e pelo tempo. Ideias soltas e sem hora. Pelo meio, a memória de outras histórias e muitos heróis.

Autor

» Blog do Magalhães
por António Magalhães

A queda para o jornalismo desportivo começou com relatos de jogos de caricabol (um dia, o autor explicará o que é - se a isso for obrigado). Mais a sério, passou pelo jornal da escola e um jornal regional. Depois, mesmo já muito a sério, fez carreira no Off-side, Gazeta dos Desportos, Correio da Manhã e A Bola até chegar ao Record e a este blog.

Arquivo

Outros Blogs Record

» Campo Novo
por Nuno Farinha

» Lado B
por Bernardo Ribeiro

» Olhos de ver
por Luís Avelãs

» Quinta do Careca
por Alexandre Pais

» Mercado Aberto
por João Rui Rodrigues

» Futebol e Algo Mais
por Luís Pedro Sousa

» Semanada
por António Varela

» Honores Liga
por Miguel Amaro

» Mafarrusco
por Paulo Renato Soares

» Entrada a pés juntos
por João Seixas

» Bola na Área
por Eugénio Queirós

» Cláudia Futsal
por Cláudia Marques

» Paixão Internacional
por Hugo Neves

LINKS RECOMENDADOS