Aí está de novo o Campeonato!
25 Janeiro de 2011 | 17:14
Colocado por: Antonio7
 

Calma, era apenas a manchete do Record há 40 anos

(em 1971, o Record, dirigido por Artur Agostinho, era bissemanário, saindo à terça-feira e sábado. A partir de hoje, recupero os acontecimentos e as histórias dessa época)

Sim, voltei a saltar um dia mas é como diz o povo, nunca se sabe o dia de amanhã – e esta vida reserva-nos sempre muitas surpresas… e trabalho (felizmente).

Voltando ao dia… 23, o Record congratulava-se com o regresso do Nacional maior e lançava a 17ª jornada.

No entanto, a primeira página era dominada pelo temporal que se abateu sobre Lisboa e muito particularmente sobre o Restelo. Parte da cobertura do estádio do Belenenses caiu. Disse Gouveia da Veiga que o Belenenses “nem sequer tem dinheiro para remover os destroços” quando mais para reconstruir o que a ventania fatídica destruiu, lia-se.

As imagens eram elucidativas dos efeitos da intempérie, enquanto noutra “Meirim e os seus pupilos concentravam-se no trabalho”

 

 

Outros temas importantes:

-  a entrevista a José Valdivieso, “técnico argentino que há mais de uma década revolucionou o futebol júnior do Benfica”.

O treinador veio passar férias a Portugal e Carlos Arsénio entrevistou-o.

“No Benfica fui forjador de vedetas e tive miúdos que foram e ainda são gente no futebol, casos do Simões, Cruz, Santana, José Henrique, Gervásio, Melo, Guerreiro, Humberto e tantos outros”.

Valdivieso contou a sua vida:

“Estive quase dez anos no Benfica em todas as categorias e fui o treinador da “primeira categoria” que conquistou a Taça de Portugal em 1959. De Portugal fui para a Austrália e fui camepão no Canterby. Depois, fui treinador do Galizia de Caracas e ganhei a Copa da Venezuela e o Torneio Abertura”.

E pela Venezuela andava nesta altura, sendo professor de futebol no Instituto do Desporto.

Quanto a Yazalde, estava cada vez mais perto do Sporting. Abraham Sorin tinha ido a Buenos-Aires fechar o negócio. Fechada pelos leões estava a contratação do ciclista António Teixeira que saiu do Ginásio de Tavira porque “não queria ser aguadeiro…”

Nota final para um dérbi do hóquei em patins a contar para o torneio de qualificação do campeonato metropolitano da I divisão. Benfica e Sporting empataram 5-5.

Reconheço alguns (grandes) nomes. Outros confesso que não:

Benfica – Ramalhete; Casimiro, Garrancho, Rodrigues, Sousa e António José

Sporting – Vítor Ferreira; Reis, Adriano, Barata, Lourenço, Puskas e Paulo.

 
Tags: , , ,
 

Comentários

# julio moreira disse em 26-01-2011 às 12h02

Bom dia Antonio Magalhães,

Primeiro, como são antigas as dificuldades financeiras do Belenenses !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Segundo, não havia Academia e o Benfica tinha uma formação que fornecia jogadores á equipa principal como hoje não sucede.

E, atenção, como era dificil, dada a categoria individual dos seus componentes, entrar na equipa principal do Benfica. Mistério, em tal aproveitamento, não havia nenhum. Ontem, tal como hoje é necessaria competencia e disciplina no trabalho.

Isso era imagem de marca de Valdivieso!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Terceiro belos tampos os do hoquei e dos relatos do torneio de Montreux.

O imperio da TV ainda não dominava e os relatos eram acompanhados com apaixonada atenção. Artur Agostinho, Amadeu José de Freitas, Nuno Brás eram as vedetas do relato.

Até por aqui se vê a enorme categoria de Artur Agostinho. Dominava em todas as areas !!!!!!!!!!!!

Do grande Ramalhete recordo que viria a dar a Portugal a sua unica Taça dos Campeões Europeus, mas aí ao serviço do Sporting.

Um abraço

Os comentários estão reservados para Utilizadores Registados.




PUBLICIDADE

Pesquisa

Sobre este Blog

Uma viagem pelo mundo e pelo tempo. Ideias soltas e sem hora. Pelo meio, a memória de outras histórias e muitos heróis.

Autor

» Blog do Magalhães
por António Magalhães

A queda para o jornalismo desportivo começou com relatos de jogos de caricabol (um dia, o autor explicará o que é - se a isso for obrigado). Mais a sério, passou pelo jornal da escola e um jornal regional. Depois, mesmo já muito a sério, fez carreira no Off-side, Gazeta dos Desportos, Correio da Manhã e A Bola até chegar ao Record e a este blog.

Arquivo

Outros Blogs Record

» Campo Novo
por Nuno Farinha

» Lado B
por Bernardo Ribeiro

» Olhos de ver
por Luís Avelãs

» Quinta do Careca
por Alexandre Pais

» Mercado Aberto
por João Rui Rodrigues

» Futebol e Algo Mais
por Luís Pedro Sousa

» Semanada
por António Varela

» Honores Liga
por Miguel Amaro

» Mafarrusco
por Paulo Renato Soares

» Entrada a pés juntos
por João Seixas

» Bola na Área
por Eugénio Queirós

» Cláudia Futsal
por Cláudia Marques

» Paixão Internacional
por Hugo Neves

LINKS RECOMENDADOS

 
SSO LOGIN