O melhor Barcelona
20 Abril de 2010 | 21:44
Colocado por: NFarinha
 

Não é de um milagre que se trata, mas será realmente necessário o melhor Barça, em noite inspirada, na segunda mão da meia-final com o Inter (quarta-feira, dia 28). Só assim o campeão europeu poderá dar a voltar a esta derrota, 3-1, e marcar presença na final do Bernabéu, dia 22 de maio. A Champions está em risco. O golo de Pedro abriu uma enorme possibilidade que, depois, estranhos erros de marcação e ainda mais estranhos de arbitragem acabaram por permitir a reviravolta a um Inter que, por momentos, chegou a parecer imparável... no contra-ataque. Os números oficiais da UEFA são claros: o tiki-taka esteve mesmo em Milão (636 passes contra 271 da equipa de Mourinho, 82% certos, contra 58% dos italianos), mais remates, mais cantos, enfim, o habitual. A posse de bola, então, foi mesmo o esmagamento do costume: 67%. O que não foi habitual foram os três golos sofridos. Há erros próprios? Sim, seguramente. Até demais. Mas houve também enorme mérito na forma como Mourinho bloqueou, em grande parte do jogo, as unidades que constroem e aceleram o futebol do Barça. E depois, claro, em defender com todos quase à entrada da área. Guardiola, já em desvantagem, trocou Ibra por Abidal. Maxwell subiu, Pedro teve outra liberdade de ação e Messi encostou mais na linha da frente. Quando se esperava que os catalães tivessem, na parte final, maiores dificuldades física (jogaram no sábado e tiveram que fazer a tal viagem), foi então - também por necessidade de ir atrás do resultado - que o Inter foi sofreu maiores apertos, recuando muito, com toda a gente na área e... a despejar bolas na frente. Mourinho está em vantagem na eliminatória e com inteira justiça. Mas parece óbvio que o campeão europeu ainda tem uma palavra a dizer.

Inter 3 - Barcelona 1 (1ª mão da meia-final da Liga dos Campeões). Análise individual

VALDÉS (2) - Não teve falhas comprometedoras, ainda que fiquem dúvidas sobre o seu posicionamento no lance do golo de Maicon. Em grande parte do jogo foi... líbero.

DANIEL ALVES (2) - Atravessa um período instável. Corre riscos desnecessários e, desta vez, até foi batido por um adversário directo (Pandev) que lhe ganhou a noite. Sofreu falta para penálti (de Sneijder) e viu um amarelo por simulação (?). Enfim.

PIQUÉ (4) - Começa a ser um hábito destacá-lo como o melhor do Barça. Mais um grande jogo e ainda com o mérito de ter sido, na parte final, o "comandante" que deu o grito de ordem para o assalto à baliza de Júlio César. Podia ter marcado por duas vezes e terá sofrido uma grande penalidade.

PUYOL (2) - Exibição negativa. As pernas pareceram pesar-lhe perante a velocidade de Eto'o e Milito e não fica isento de culpas nos golos do Inter: aconteceu tudo à sua porta.

MAXWELL (3) - Muito bem. Rasgou o lado direito da defesa do Inter e ofereceu o golo a Pedro e, no resto, sempre em jogo, ligado à corrente. Um bom regresso a Milão.

BUSQUETS (3) - É difícil vê-lo jogar mal. Fez 84 passes (87% deles certos) e "colou" o meio-campo sempre que foi preciso resistir à pressão forte do Inter. Podia ainda ter marcado, de cabeça, mas Júlio César fez uma grande defesa.

XAVI (3) - Está a pagar o preço de algumas exibições assombrosas que fez nos últimos tempos. Passou a ser moda marcar Xavi em cima, como forma de cortar a corrente do tiki-taka. Sneijder andou sempre por perto, mas, ainda assim, Xavi foi capaz de encontrar o seu espaço. Isolou Pedro com um dos passes com visão "raio x", mas Lúcio travou a jogada in extremis.

KEITA (2) - Abaixo do normal. Menos participativo, menos envolvido, foi dos que mais sentiu o ritmo elevado do jogo. É verdade que correu muito (10,5km, apenas ultrapassado por Xavi, com 11,1), mas é capaz de ter corrido para onde não devia.

PEDRO (4) - Um golo e nova exibição a um nível muito elevado. Foi sempre um quebra-cabeça para quem, no Inter, defendia pela alas. Podia ter bisado já na segunda parte por duas vezes: num remate que Lúcio deteve e num visto pontapé de bicicleta, já nos descontos.

MESSI (2) - Não teve espaço e também não o conseguiu inventar. Mourinho foi hábil na forma como terá mandado controlar Messi: um jogador a sair-lhe rapidamente ao caminho (Cambiasso, quase sempre) e uma segunda linha a chegar em reforço. Messi até podia passar o primeiro, mas logo caía na teia que estava por trás. Num livre directo e num remate de meia distância ainda criou dificuldades ao guarda-redes brasileiro do Inter. E levou a pancadaria do costume...

IBRAHIMOVIC (1) - Desligado. Apertadíssimo entre Samuel e Lúcio, o sueco não foi capaz de cumprir a missão que lhe era pedida. Saiu, sempre surpresa, aos 61'.

ABIDAL (2) - Entrou logo após o terceiro golo do Inter, mas, curiosamente, foi a partir daí que o Barça passou claramente a mandar. Uma boa meia hora. Muito comprometido com o jogo.

 

 

 
 

Comentários

# pedromiguelslb disse em 20-04-2010 às 22h45

Caro nuno vejo que acima de tudo é um homem com muito fair play que admite sem problema algum  que o inter venceu justamente. Parabéns Nuno. Nas suas notas individuais apenas discordo do 4 a pique. É um pouco exagerado para um central que encaixou 3 golos. De resto,perfeita analise individual.. Consegue perceber o motivo pela qual guardiola colocou pique a avançado quando tinha henry no banco? Sobre a segunda mao comentarei num post mais próxima do jogo. 1 abraço

# Mário Mendes disse em 20-04-2010 às 22h50

Caro Nuno, na segunda mão tudo será diferente...acho mesmo que o Barça vai passar esta eliminatória com uma grande exibição..

Campo Novo estará ao rubro...

Abraço

# lfo disse em 20-04-2010 às 22h50

Se ha coisa que me irrita 'e a bajulacao da imprensa, portuguesa e mundial, ao Barcelona. Perdeu por 3, podiam ter sido 4 ou 5. O Inter deu um autentico banho de bola, a defender e a atacar, e Mourinho demonstrou que Guardiola ainda tem muito que aprender.

Se por erros "estranhos" de arbitragem se refere ao fora-de-jogo de 10cm no terceiro golo, entao sugiro uma boa dose de imparcialidade e bom senso.

Se, pelo contrario, se refere ao penalti nao assinalado, sugiro o visionamento do resumo do jogo Chelsea-Barcelona do ano passado.

# pedromiguelslb disse em 20-04-2010 às 23h04

Luis oliveira,vou-te lembrar que guardiola apenas e só ganhou o campeonato,a taça e a supertaça espanhola.,a liga dos campeoes,a supertaça europeia e o mundial de clubes. Tens tu que aprender mais a escrever do que pepe a treinar.PS-nao sou adepto do barcelona mas tenho olhos na cara

# lfo disse em 20-04-2010 às 23h18

Caro Pedro,

Com aquela equipa, ate o Jesualdo Ferreira era campeao de Espanha. O resto sao titulos menores, exceptuando a CL. Nao estou a dizer que Barcelona nao 'e boa equipa e que o Guardiola nao 'e bom treinador. Simplesmente, disse que o Barcelona nao teria ganho a CL se nao fosse a arbitragem escandalosa no jogo que referi. Disse tambem que o Barcelona levou um banho de bola hoje. Pretende disputar isto?

Tenho ainda muito que aprender. Escrever portugues nao 'e uma delas. Se estou a dar erros 'e simplesmente porque nao estou a escrever num teclado portugues. Acho que a total ausencia de acentos devia ter dado uma pistazinha, nao?

# pedromiguelslb disse em 20-04-2010 às 23h35

Luis eu quando referi que tinhas que aprender a escrever nao me referia a erros ortográficos,isso nao tem nada de mal. Titulos menores? O homem ganhou os menores e os maiores. Ganhou TUDO. Sim a arbitragem do chelsea barça foi má e agora pergunto eu,e a do barcelona chelsea em camp nou foi boa? Abraço

# Red Thunder disse em 20-04-2010 às 23h59

Caro Nuno Farinha e uma nota ao árbitro? Apesar de estar a torcer pelo Inter (gosto das equipas italianas), achei o campo um pouco inclinado.

# jorgen80 disse em 21-04-2010 às 00h00

Há três lances capitais no jogo de hoje:Fora de jogo mal tirado a Milito na primeira parte quando este ia isolado; golo irregular por Milito no segundo golo; Bem dado amarelo a Daniel Alves(sneijder quando vai a fazer a tesoura, não chega a completa-la, aproveitando se depois Alves para simular)

Não me venham dizer que foi o árbitro que ditou o resultado final!

Não foi um jogo fácil para Olegário mas penso que no computo geral esteve bem, não influenciando o resultado final.

# João Prime disse em 21-04-2010 às 00h14

O Mourinho disse que não ia marcar individualmente e na prática não o fez e bem. Apenas o controlou como o Nuno referiu, cortando qualquer apoio que outro jogador do Barcelona poderia oferecer a este. Mourinho percebeu muito bem que "para se destruir um reino não se mata o rei (porque estes estão a surgir), mas sim o povo". Logo Messi, e o seu sucessor Xavi, não tiveram quem os segurasse para eles reinarem como normalmente fazem. Pedro e Piqué foram as únicas vozes da revolta...

# Adstb disse em 21-04-2010 às 00h40

Caro Nuno Farinha.

O Barcelona hoje fez um bom jogo, este resultado é possível haver reviravolta no camp nou, vai irá certamente ser fácil Mourinho sabe montar bem as suas equipas.

Agora a minha pergunta acha que Pep Guardiola está neste momento arrependido da troca Eto'o por Ibrahimovic?

# nunup disse em 21-04-2010 às 01h22

Caro Nuno,

Não parece sensato os erros que refere na arbitragem como parte da justificação da derrota.Esqueceu-se de mencionar o fora de jogo mal assinalado ao D.Milito quando este apenas tinha o guarda redes pela frente.O lance do Daniel Alves não é penalti de todo,apesar do cartão amarelo por simulação ser exagerado.

O Inter ganhou bem e mereceu pelo esforço de todos,á excepção do Baloteli claro

# Pedro G Ferreira disse em 21-04-2010 às 09h54

Que grande jogo do Inter! Este Barcelona é uma das melhores equipas de sempre do futebol mundial, Mourinho, se passar, e mais ainda se vencer a Champions entrará para o Olimpo. O Nuno não devia ter falado na arbitragem, mas compreendo, é um adepto ferrenho.

# Gonçalo Ribeiro disse em 21-04-2010 às 10h11

Vitória merecida do Inter.  Mourinho deve ter visto o jogo do Barça com o Espanhol. Jogo duro do Inter (não, não ,não estou a falar de jogo maldoso) igual ao jogo do Espanhol. Jogadores do Barça ficaram outra vez "intimidados". Arbitragem fraquinha, com algum prejuizo do Barça. Tal com disse ontem, nestas competições só há 1 repetição e não como nas ligas nacionais, onde vemos 6,7 repetiçoes de todos os lados e feitios.Mas.... em condições normais, o Barça passa à final.

1 abraço a todos.

# 5_malva_5 disse em 21-04-2010 às 11h37

REMONTADA EM CAMP NOU...

Ontem o Barcelona teve de lutar contra uma boa equipa, bem organizada e principalmente um Olegário Bequerença no seu melhor nível... decisivo no resultado de mais um jogo! dois ou três erros grosseiros, dualidade de critérios e constantes interrupções do jogo em beneficio do Inter pois cortou o ritmo ao corrosel do barça! Mourinho ganhou ontem um amigo para a vida!

MAS ISTO AINDA NÃO ACABOU... acredito plenamente nas capacidades deste barça, para no jogo da 2ª mão, com Camp Nou a arrebentar pelas costuras, virar a eliminatória e fazer jubilar todos os apaixonados pelo futebol blaugrana... FC Barcelona 3 - Inter 0... quem aposta? VISCA BARCELONA!

# Márcio_J_S_Mendes disse em 21-04-2010 às 11h47

Bom dia! Mourinho demonstrou ter a lição bem estudada e 3-1 é um resultado muito bom para o Inter.

Não me parece que Olegário tenha estado assim tão mal. O fora de jogo é quase imperceptível e o penalty é um pouco forçado, na minha opinião, mas não deixou de ser uma arbitragem 'caseira'.

O Barcelona terá de estar ao seu nível e transcender-se!

Alguém sabe como se diz 'REMONTADA' em catalão?

Abraço a todos!

# Nuno Campos disse em 21-04-2010 às 12h10

O jogo teve o resultado que merecia. O Barcelona teve posse de bola mas o Inter teve mais oportunidades. Fez um jogo com as armas que tinha e a verdade é que o Guardiola recebeu uma liçãozinha de táctica e estratégia.

E no Camp Nou quer-me parecer que a história vai ser parecida.

Quanto à arbitragem os erros estranhos não foram assim tantos, eu só conto um fora-de-jogo por centímetros no segundo golo.

Os aficionados do Barcelona, que tem sido a equipa mais protegida (para não dizer beneficiada) na Europa nos últimos anos nem deviam falar do assunto. Então quando ganham são os maiores e quando perdem a culpa é das arbitragens? Será apanágio das equipas de riscas?

# Neo disse em 21-04-2010 às 12h25

O Barcelona teve muito da bola, mas muito longe da baliza. O Inter foi eficaz em frente à baliza, excepção feita aos primeiros remates do Milito. Estou pelo Mourinho, e um 3-1 a favor de uma equipa treinada por ele é extremamente difícil de reverter, mas com um golo fora, se há equipa que consegue colocar isso a teste é o este Barcelona.

# messi22 disse em 21-04-2010 às 14h33

Boa tarde

Quero dar os parabéns ao Inter, pois teve bem ao anular o meio campo do Barça, creio que 3 - 1 é um resultado injusto pois quem viu o jogo sabe do que falo…lol. Creio que em Camp Nou o Barça vai passar grandes dificuldades para tentar passar o autocarro do Inter...mas se Pep tiver todos os disponíveis vão ver o que é o Barça a cilindrar!!!! Força BARÇA!!!!

# messi22 disse em 21-04-2010 às 14h36

Boa tarde

Quero dar os parabéns ao Inter, pois teve bem ao anular o meio campo do Barça, creio que 3 - 1 é um resultado injusto pois quem viu o jogo sabe do que falo…lol. Creio que em Camp Nou o Barça vai passar grandes dificuldades para tentar passar o autocarro do Inter...mas se Pep tiver todos os disponíveis vão ver o que é o Barça a cilindrar!!!! Força BARÇA!!!!

# Jaime S. Mota disse em 21-04-2010 às 14h53

Ontem, o Inter foi claramente melhor. 3-1 é um bom resultado, mas perfeitamente recuperável pelo Barcelona a jogar em casa. Tenho contudo fé no Inter!

# O Neutro disse em 21-04-2010 às 14h57

Boa tarde,

Reconheço que isto é um blog onde o autor partilha as suas opinioes mas a sua parcialidade é gritante na analise ao jogo:

1 - O comentario "ainda mais erros estranhos de arbitragem" não é, de todo, verdade. Pelo menos a pender para o Barcelona de forma tão fortemente sugerida por si. O Milito teve, antes do golo do Pedro, um fora-de-jogo mal assinalado também. O pénalti sobre o Alves é, no minimo, discutivel. Se fosse ao contrario não creio que diria que era penalti. Apenas vejo um golo mal validado e esse era realmente complicado de assinalar.

2 - Sei que o Maxwell até fez o passe para golo (embora consentido pelo Maicon) mas dai a dizer "muito bem" vai muito. Dois dos golos vieram do lado dele e embora ele não tenha toda a culpa o que é certo é que vieram de la.

3 - Quanto ao Messi com "E levou a pancadaria do costume..." so pode estar a brincar. Eu sei que a adoração pelo homem não tem limites e ele é até bom jogador mas o jogo do Inter foi limpo e sei faltas duras. O Messi jogou mal porque não teve espaço, ponto. Não ganhou os duelos individuais, ponto. A defesa do Inter não é um buraco como a segunda linha do Arsenal em Camp Nou.

Até aprecio o seu blogue e gosto de o ler mas acho que exagera na idolatração ao Barça, especialmente na hora das derrotas em que foram claramente batidos por uma equipa melhor.

# LuisMiguelLoureiro disse em 21-04-2010 às 15h49

É óbvio que após esta derrota parece que o mundo desabou em cima do Barça. Mas a mim parece-me q chegar a esta altura da época apenas com 4 derrotas e pela 1ª vez perder por 2 golos na era Guardiola é mais do que bom. Em relação à eliminatória penso q o Barça tem todas as condições para "remontar". Aliás prevejo mm q o jogo seja só de um sentido. O sufoco final ao Inter neste jogo foi a prova disso. Falam em lição de Mourinho..por favor falem sim em sorte do Mourinho

# pedromiguelslb disse em 21-04-2010 às 16h29

Luis miguel se nao estou enganado o barça nao tem 4 mas si m 3 derrotas esta epoca. Rubin,atletico e inter. Abraço

# NFarinha disse em 21-04-2010 às 16h59

E Sevilha, Pedro.

# pedromiguelslb disse em 21-04-2010 às 18h12

Sevilha para a taça do rei em casa,tem razao nuno,obrigado. E peço desculpas ao luis miguel

Os comentários estão reservados para Utilizadores Registados.




PUBLICIDADE

SIGA-ME EM...

Pesquisa

Sobre este Blog

"Ser adepto do Barcelona vai muito para além do puramente desportivo. É o sentimento de raízes, de valores e da identidade de um país: a Catalunha." (José Carreras). Pode ser que sim, mas ser adepto do Barcelona é, também, ter a possibilidade de escolher a perfeição. Adoptar o compromisso. Fechar os olhos e sonhar. Bem-vindo a este espaço de reflexão sobre a história e a actualidade do clube mais fascinante do Mundo, que tem e promete continuar a ter a marca UNICEF estampada nas camisolas. Campo Novo é a casa dos melhores: César, Helenio Herrera, Kubala, Ramallets, Kocsis, Luis Suárez, Rinus Michels, Udo Lattek, César Luis Menotti, Johan Cruyff, Migueli, Bobby Robson, Van Gaal, Frank Rijkaard, Josep Guardiola, Neeskens, Zubizarreta, Schuster, Koeman, Laudrup, Stoichkov, Hagi, Romário, Ronaldo, Rivaldo, Figo, Ronaldinho Gaúcho, Valdés, Puyol, Xavi, Iniesta ou Daniel Alves. Cabem lá todos. Até Deus passou por ali entre 1982 e 84. Chamavam-lhe era Diego. Um dia, porém, tudo mudou. A nave aterrou, abriu-se a porta e Messi saiu de lá. Para jogar um desporto parecido com futebol. Nada voltaria a ser como dantes. A nave continua aí. Quando tudo isto acabar, ele há-de regressar para o planeta a que pertence.

Autor

» Campo Novo
por Nuno Farinha

Jornalista desde 1990, com início de carreira profissional na Gazeta dos Desportos e simultaneamente na Foot. Passagens, depois, pelo Golo e pela FutebolMania (diretor). Pelo meio, esteve na Época, Nova Gente e dirigiu a TV 7 Dias e a TV Guia. Actualmente é jornalista do Record e, como já se percebeu, um assumido doente pelo Barcelona. Aliás, é sócio: 129.800. E assim será enquanto for preservada a fabulosa herança de Guardiola. Em 2012 e 2013 foi comentador da RTP no programa Zona Mista.

Arquivo

Outros Blogs Record

» Blog do Magalhães
por António Magalhães

» Lado B
por Bernardo Ribeiro

» Olhos de ver
por Luís Avelãs

» Quinta do Careca
por Alexandre Pais

» Mercado Aberto
por João Rui Rodrigues

» Futebol e Algo Mais
por Luís Pedro Sousa

» Semanada
por António Varela

» Honores Liga
por Miguel Amaro

» Mafarrusco
por Paulo Renato Soares

» Entrada a pés juntos
por João Seixas

» Bola na Área
por Eugénio Queirós

» Cláudia Futsal
por Cláudia Marques

» Paixão Internacional
por Hugo Neves

 
SSO LOGIN