Mais respeito pelos portugueses, sr. Madaíl
05 Março de 2010 | 23:52
Colocado por: BRibeiro1972
 

“Quero deixar um apelo: se não querem apoiar para não irem. Se forem é para apoiar e que façam o objectivo de transmitir ânimo e força aos jogadores, para que estes saibam que têm um país que os apoia”.

 As palavras são de Gilberto Madaíl e não, parece que o senhor ainda não foi preso. Com quem julga ele que está a falar? Não sei, mas os muitos milhares de portugueses que manifestaram a sua indignação em Coimbra pela má exibição da Selecção Nacional não podem ser tratados assim. Nem esses nem todos os outros que pagam os bilhetes, pagam os principescos salários ganhos por jogadores, técnicos e dirigentes, como Madaíl, e que têm o direito à indignação. Não foi bonito, também acho que não. Um pouco exagerado? Também me parece. Mas Gilberto Madaíl não tem, mas não tem MESMO, o direito de falar assim com os portugueses que lhe pagam um milionário salário. O líder de uma instituição de utilidade pública que existe para representar todo e qualquer português no mundo do futebol tem de ter mais tento na língua. Talvez fosse melhor mergulhar na porcaria e perceber quais as razões para a equipa de todos nós ter perdido a empatia de muitos de nós. Era mais difícil do que fazer tristes e pouco pensadas declarações como esta, sim, mas seria muito mais produtivo. E, quem sabe, ajudava a justificar o muito dinheiro que os portugueses, os que assobiam e os outros, o deixam ganhar.

 
 

Comentários

# Blue Eyes disse em 06-03-2010 às 11h12

Pela óptica do Sr Ediberto Camaleão ainda há-de chegar o tempo em que a FPF terá que pagar às pessoas para irem compor as bancadas e baterem palmas à ordem do Betão ou de outro qualquer animador contratado para o efeito. Estilo quando o Bush descia do avião e acenava para uma multidão inexistente... ou, como já se faz agora em Portugal, em que se pagam e enchem camionetas de reformados das aldeias para ir aplaudir nos comicios políticos.

O Sr Ediberto deveria era falar sobre o processo disciplinar a um funcionário da FPF que andou à batatada quando em serviço, num Aeroporto internacional.

# CoisasDoFutebol disse em 06-03-2010 às 11h17

De facto não tinha conhecimento destas declarações. Devia ser repreendido públicamente já que se dirigiu desta maneira às pessoas. A dizer o que devemos ou não fazer? Mas quem é este indivíduo? O Salazar já acabou meu amigo. Este indivíduo tomou o pedaço público atribuído, como seu e como se fosse um principado, logo pode dizer tudo... porque sabe que ninguém o tira dali.

# Lougreen disse em 06-03-2010 às 11h55

Caro Bernardo

O sr. Madaíl também anda a assobiar, mas é para o ar. Ele não vê o que se passa no futebol português. Claro que não é bonito assobiar, mas o público vai ao futebol para ver espectáculo, esforço e dedicação, coisa que em momentos não houve em Coimbra, mas este sr. que é pago a peso de ouro, que nada faz, que teve a sorte de Portugal ter umas selecções bastante boas,

durante o seu "reinado" para mandar estes desabafos de quem nunca pagou bilhete para ver os jogos. Já deve 10 anos à reforma, por isso vaze, dê lugar a quem sabe. Aveiro fica tão perto de Coimbra.

1 abraço

# BRibeiro1972 disse em 06-03-2010 às 12h43

Passo por aqui apenas para dizer que no geral estou de acordo com vocês.

Um abraço,

BR

# Gonçalo Ribeiro disse em 06-03-2010 às 14h32

Ele disse isto antes ou depois do almoço?

# Anti_Anqui disse em 06-03-2010 às 15h33

O problema não é do dito cujo, mas sim do estado em que o país se encontra. Cada um diz e faz o que lhe apetece. Esta selecção está recheada de "peneirosos". Já me revi numa selecção de Futebol, mas esta é de facto uma selecção da bola, que se tudo correr como planeado, não passará da primeira fase. Não se esqueçam é de meterem as bandeirinhas à janela, no dia da despedida, ou seja mais um dia para o marketing se mostrar.

Abraços

# BRibeiro1972 disse em 06-03-2010 às 18h19

Não seja mau Gonçalo.

# Friopolar disse em 07-03-2010 às 11h09

Nunca pensei que um dia ia ter saudades do Scolari!...

Pôrra, mas tenho.

Um abraço a todos  e se puderem façam lá uma forcinha para apoiarem Portugal. Ninguém é obrigado, pois até pagam o bilhete, mas caramba, façam de conta que até é a melhor selecção que já tivemos!...

Os comentários estão reservados para Utilizadores Registados.




PUBLICIDADE

SIGA-ME EM...

Pesquisa

Sobre este Blog

Um espaço para reflexões, crónicas, desabafos, recados, trocadilhos, piropos e tudo que me der na real gana. Onde se vai falar de desporto, música, cinema ou apenas da vida. Real.

Autor

» Lado B
por Bernardo Ribeiro

Bernardo Ribeiro, formado em jornalismo pelo CENJOR e com frequência do curso de Comunicação Social da Universidade Católica, entrou como estagiário para o Record em 1992, com 20 anos, ficando um pouco mais de dois, nas secções de Internacional, Futebol e Modalidades. Antes colaborou com o semanário "Sete", com textos na área musical e estagiou nas rádios Antena1 e Minuto. Em 1994 integrou a secção Sporting do diário "O Jogo", onde permaneceu mais dois anos até regressar ao Record, também para fazer parte da editoria Sporting. O lançamento do diário "24 Horas", em 1998, e a hipótese de fazer parte de uma equipa que arrancava com um jornal do zero levaram-no à primeira redação do jornal fundado por José Rocha Vieira. Foi editor de Desporto e mais tarde subchefe de redação até à saída para "A Bola", em 2001, jornal em que desempenhou funções de editor durante dois anos. Um novo convite, em 2003, fê-lo voltar ao Record pela terceira vez.

Arquivo

Outros Blogs Record

» Blog do Magalhães
por António Magalhães

» Campo Novo
por Nuno Farinha

» Olhos de ver
por Luís Avelãs

» Quinta do Careca
por Alexandre Pais

» Mercado Aberto
por João Rui Rodrigues

» Futebol e Algo Mais
por Luís Pedro Sousa

» Semanada
por António Varela

» Honores Liga
por Miguel Amaro

» Mafarrusco
por Paulo Renato Soares

» Entrada a pés juntos
por João Seixas

» Bola na Área
por Eugénio Queirós

» Cláudia Futsal
por Cláudia Marques

» Paixão Internacional
por Hugo Neves

 
SSO LOGIN