Ramos, o grande agitador
05 Março de 2013 | 22:39
Colocado por: Alex Pais
 

É um daqueles jogadores pelos quais tudo pode passar num desafio. No Bernabéu, no sábado, foi Sergio Ramos quem não conseguiu evitar o remate vitorioso de Messi, foi ele quem cabeceou para o golo da vitória e foi ainda o defesa madridista quem cometeu uma falta para grande penalidade – não considerada pelo árbitro e que poderia dar o empate ao Barcelona. 

Ontem, em Old Trafford, fez autogolo e voltou a cometer falta para penálti – e para um cartão amarelo que o impediria de jogar a 1.ª mão dos “quartos” da Champions – o que uma vez mais lhe foi perdoado. 

Se somarmos a estas situações, aliás recorrentes, a vocação do subcapitão do Real para declarações e atitudes “contestatárias” – que José Mourinho “engole” com dificuldade, sentando por vezes Sergio Ramos no banco de suplentes – e para ver cartões amarelos e vermelhos ao longo da época, prejudicando o clube e a equipa com o afastamento resultante das suspensões de que é alvo, temos o pacote completo do grande agitador.

É muito para um homem só!

Passe curto, publicado na edição impressa de Record de 6 março 2013

Éum daqueles jogadores pelos quais tudo pode passar num desafio. No Bernabéu, no sábado, foi Sérgio Ramos que não conseguiu evitar o remate vitorioso de Messi, foi ele quem cabeceou para o golo da vitória e foi ainda o defesa madridista quem cometeu uma falta para grande penalidade – não considerada pelo árbitro e que poderia dar o empate ao Barcelona. 
Ontem, em Old Trafford, fez autogolo e voltou a cometer falta para penálti – e para um cartão amarelo que o impediria de jogar a 1.ª mão dos “quartos” da Champions – que uma vez mais lhe foi perdoado. 
Se somarmos a estas situações, aliás recorrentes, a vocação do subcapitão do Real para declarações e atitudes “contestatárias” – que José Mourinho “engole” com dificuldade, sentando por vezes Sérgio Ramos no banco de suplentes – e para ver cartões amarelos e vermelhos ao longo da época, prejudicando o clube e a equipa com o afastamento resultante das suspensões de que é alvo, temos o pacote completo do grande agitador. É muito para um homem só!
 
Tags: ,
 

Os comentários estão reservados para Utilizadores Registados.




PUBLICIDADE

SIGA-ME EM...

Pesquisa

Sobre este Blog



Alexandre Pais publica neste blog e em www.alexandrepais.pt os seus textos de opinião. É sócio do Belenenses, desde 1957, e adepto do Real Madrid, desde que se conhece. Na foto, de 2009, na redação de Record, vêmo-lo com Artur Agostinho e Mário Zambujal, referências do jornal, e António Magalhães, o atual diretor.

Autor

» Quinta do Careca
por Alexandre Pais

 


Colunista do Record, da Sábado e do Correio da Manhã, Alexandre Pais foi diretor do 24 Horas, de 2001 a 2003, e do Record, de 2003 e 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no Mundo Desportivo, em 1964. No primeiro post deste blog pode encontrar-se a sua biografia completa e no segundo algumas imagens que recordam momentos de uma carreira já longa mas ainda não terminada. O avatar veio numa onda de insultos do fanatismo clubista, como "homenagem" de um leitor de Record...

Arquivo

Outros Blogs Record

» Blog do Magalhães
por António Magalhães

» Campo Novo
por Nuno Farinha

» Lado B
por Bernardo Ribeiro

» Olhos de ver
por Luís Avelãs

» Futebol e Algo Mais
por Luís Pedro Sousa

» Semanada
por António Varela

Blog Archive List

Blog Archive List

 
SSO LOGIN